quarta-feira, 24 de abril de 2013

Ementa para a semana de Quarta 24 a Domingo 28 de Abril 2013

Risotinho de cevada em grão, a rainha dos cereais na primavera


Quarta 24
Sopa com massa de arroz e algas

Arroz basmati com açafrão
Estufado de Tofu com ananás e algas
Courgetes redondas recheadas
Salada pickelada, couves, cenoura maçã e nabo

Mousse de manga e leite de arroz


Quinta 25
Sopa cremosa de vegetais com crouton


Millet com vegetais, gratin
Lentilhas estufadas, com cheirinho indiano e picante
Enroladinho de couves, com missô branco e cebolinho 
Salada mista com maçã e sementes de abóbora

Semi-frio de morango, com agar-agar


Sexta 26
Sopa com cevada em grão e vegetais (estilo peruano)

Arroz integral e quinoa
Ragout com Tofu, vegetais salteados e alga arame
Barquinhos de courgete
Salada quente de Beterraba e cenoura
Salada de alface, agrião, cenoura e amêndoas

Crumble de maçã e pera


Sábado 27
Sopa primavera

Lasagna de tofu, vegetais e alga
Salada  de alface, escarola e cenoura, com sementes e flores
Pickles de couve rouxa e maçã

Tarte de aveia e mirtilos


Domingo 28
Sopa Minestrone

Millet com molho de cenoura e ervas (tipo molho de tomate, sem tomate)
Burguer de Lentilhas com molho branco ou Ragout de seitan
Pickles de Cenoura e nabo
Salada com sementes, flores e fruta

Mouse de cacau e alfarroba



Bom apetite!


deliciosas sobremesas sem açúcar

Horários da Cozinha do Tinkuy na Primavera

  Quarta a Domingo 12h-16h 

Marcação necessária.





  Informes e  marcações 21 92 92 506  tlm. 967 941 468 ou centrotinkuy@gmail.com

Nosso figado agradece: ao acordar, e em jejum,
 beber 1/2 limão espremido em 1/2 copo de água morna
 toca ajudar a limpar nosso organismo.


A Cozinha do Tinkuy 

As nossas ementas são livres de produtos animais e de Organismos Geneticamente Modificados (OGM). E são confeccionadas de maneira caseira, com amor e 

dedicação.  Buscamos um equilíbrio entre o sabor e a forma, temos em consideração a combinação adequada de ingredientes e das suas propriedades nutritivas... isto tudo para permitir-nos ter boas digestões.
Na Cozinha do Tinkuy priorizamos ingredientes integrais, isto é não refinados e não processados industrialmente, mas cultivados e produzidos de forma orgânica.
Os vegetais, fruta e legumes, os cereais, massas, leguminosas, tofu, seitan, sementes, frutos secos,  farinhas e temperos (sal, shoyu, missô, mostarda, etc.) são biológicos. O resto de ingredientes quando não bio, são principalmente de produção local, em pequena escala. 

Estaremos sempre atentos para garantir a qualidade dos mesmos.

Não fazemos uso de forno microondas nem de produtos congelados, nem de utensílios de alumínio. Fazemos sempre os possíveis para que nossa cozinha esteja em sintonia com a mãe natureza, por isso os menus vão variando de acordo as estações do ano e à oferta local existente.

As pessoas com necessidades especiais podem solicitar ementas particulares.

E diariamente sempre disponíveis entradas variadas,sandwiches, sumos naturais de frutas e vegetais, chás diversos, café bio, saladas especiais...
Empadas vegetarianas (Tofu, seitan, maçã) por encomenda.









CURSOS DE COZINHA
"Alimentação Integral e Consciênte"

Próximos Workshops


"Cozinhando na Primavera"
3 ementas diferentes de acordo com os critérios da macrobiótica

Domingo 28 de Abril
das 17h às 20h

Ementa1:
~Millet primavera (aprender a usar este antigo e nutritivo cereal, incluímos 2 variações)
~Caril de grão de bico e algas 
~Vegetais de Folha verde escaldados com molho branco
~Pickles (conserva rápida em vinagre) de nabo, cenoura e rabanete
~Semifrio de creme de arroz integral e frutos vermelhos

Ementa2:
~Arroz integral "raspado" (uma maneira de cozinhar o arroz integral para que fique macio e mais digerível)
~Tofu com shoyu e gengibre,
~Vegetais refogados
~Salada com germinados
~Bolo rápido de maçãs e passas

Ementa3:
~Quinoa estufada (aprendendo a usar o super-cereal que veio dos Andes)
~Lentilhas com algas (aprendendo a usar leguminosas)
~Vegetais ao vapor com molho de tahine
~Salada "Pickelada" rápida
~Kanten de fruta (aprendendo a usar as algas agar-agar)


Estão abertas as inscrições,mínimo 7 inscritos para acontecer, máximo 10.

Investimento: 45 estrelas (inclui aula teórico-prática, degustação de todos os pratos preparados, texto com receitas)

Descontos disponíveis para casais e grupos.  Fale connosco.

Facilitadora: Isaura Zegarra da Silva
Inscrições,
aos telefones 967 941 468 e 21 92 92 506
ou por e-mail centrotinkuy@gmail.com


Folhas de cenoura, escaldadas e secas,~
 convertidas em delicioso condimento "furikake"

Experimentaremos os sabores e as cores apropriadas a este tempo em que o nosso fígado-vesícula nos pedem especial atenção.

Como falamos nas aulas de Cozinha, na Primavera, o elemento Madeira, ou Árvore, governa a dinâmica da energia de nosso corpo e de todos os seres vivos.  A árvore é sinónimo de energia ascendente, tempo de crescer, de desenrolar projectos e concretizar sonhos.  É altura especial de tirar para afora a energia que ficou guardada e escondida durante o inverno, é tempo para deixar fluir nossa criatividade.

Disto e muito mais continuaremos a falar entanto elaboramos uma ementa completa (sopa, prato, sobremesa, chá específico) para degustar em conjunto.

Nossos contactos para reservas ou mais informações
telm. 967 941 468 ,  tel.  21 92 92 506,     ou por mail centrotinkuy@gmail.com



Workshop Molhos, Patés & companhia
Sábado 25 de Maio
16h30 às 20h


Depois da aula de "Padaria Saudável" decidimos criar esta outra para responder a uma pergunta que surgiu no momento da degustação:  com que podemos comer o pão sem ser queijo e manteiga????

Aceitamos este desafio: aportar ideias para quem quer adoptar uma alimentação baseada no reino vegetal e deixar de comer lacticínios.

Responder a este pedido nos faz muito sentido na medida em que os efeitos negativos do leite e derivados  são cada vez mais estudados e difundidos (Ver por exemplo este) e por tanto tornam premente encontrar caminhos alternativos.

Racionalmente sabemos e até aceitamos isto mas os hábitos estão instalados fortemente, e se não temos  à mão outras alternativas, se torna muito difícil mudar. O mundo não acaba se deixamos de lado o queijo e a manteiga, pelo contrário, só irão ganhar em saúde, os seres humanos, o planeta, e principalmente os animais produtores de leite! Por favor veja.

Por isso decidimos criar esta aula de cozinha, para partilhar algumas sugestões que façam companhia ao pão acabadinho de fazer, para dar um toque especial a essa massa integral simples, a esta salada ou a esses sandes que os filhos levarão à escola amanhã...

Vamos passar uma tarde em roda de cores, sabores e criatividade?

Aqui vão as propostas.

Ementa:

1. Molhos para Saladas:
-Vinagrette simples e variações
-Frutados

2. Cremes para barrar e/ou acompanhar uma refeição

-Ocopa (creme) peruana
-Humus
-"Pestos" (de várias cores)

3. Molho Bechamel

4. "Maionesses":
- Simples
- De linhaça

5. Cremes especiais:
- Tapenade com "alcaparras" ( sementes de flores capuchinas)
- Guacamole picante
- Molho de tomate sem tomate, (Ragou de seitan ou de tofu)


e já chega por agora!

Facilitadora: Isaura Zegarra da Silva

Informes e Inscrições:
centrotinkuy@gmail.com
t.219292506
tm. 967941468

Investimento: 40 estrelas,
Inclui aula teórico/práctica, texto com receitas e degustação da ementa,

Descontos disponíveis, para casais e grupos. Fale connosco.


Até já! 



Tinkuy
Estrada do Rodízio, nº 2, 2705-335
Almoçageme, Sintra


Com Gosto!
Esperamos por vocês,



Sábado, 18 Maio, das 180h30 às 20h30 AULA DE BIODANZA Com Lúcia Barros



Vamos sentir a emoção, a música, a vivência movimento e grupo, entre exercícios activos, reparadores e que nos renovam! Junta-te a nós!

Informações sobre a aula aqui

Entrevista com a facilitadora Lúcia Barros e mais informações aqui
Valor de troca:O valor base da contribuição para esta aula são 5 estrelas e o pagamento pode ser feito para o Nib 0033 0000 0017 3778 5080 5.
Qualquer informação adicional requerida, não hesite em contactar-nos.



terça-feira, 23 de abril de 2013

E agora que pomos no pão? Molhos, Pates & companhia

Alimentação Integral e Consciente

Workshop Molhos, Patés & companhia
Sábado 25 de Maio
16h30 às 20h


Depois da aula de "Padaria Saudável" decidimos criar esta outra para responder a uma pergunta que surgiu no momento da degustação:  com que podemos comer o pão sem ser queijo e manteiga????

Aceitamos este desafio: aportar ideias para quem quer adoptar uma alimentação baseada no reino vegetal e deixar de comer lacticínios.

Responder a este pedido nos faz muito sentido na medida em que os efeitos negativos do leite e derivados  são cada vez mais estudados e difundidos (Ver por exemplo este) e por tanto tornam premente encontrar caminhos alternativos.

Racionalmente sabemos e até aceitamos isto mas os hábitos estão instalados fortemente, e se não temos  à mão outras alternativas, se torna muito difícil mudar. O mundo não acaba se deixamos de lado o queijo e a manteiga, pelo contrário, só irão ganhar em saúde, os seres humanos, o planeta, e principalmente os animais produtores de leite! Por favor veja.

Por isso decidimos criar esta aula de cozinha, para partilhar algumas sugestões que façam companhia ao pão acabadinho de fazer, para dar um toque especial a essa massa integral simples, a esta salada ou a esses sandes que os filhos levarão à escola amanhã...

Vamos passar uma tarde em roda de cores, sabores e criatividade?

Aqui vão as propostas.

Ementa:

1. Molhos para Saladas:
-Vinagrette simples e variações
-Frutados

2. Cremes para barrar e/ou acompanhar uma refeição

-Ocopa (creme) peruana
-Humus
-"Pestos" (de várias cores)

3. Molho Bechamel

4. "Maionesses":
- Simples
- De linhaça

5. Cremes especiais:
- Tapenade com "alcaparras" ( sementes de flores capuchinas)
- Guacamole picante
- Molho de tomate sem tomate, (Ragou de seitan ou de tofu)


e já chega por agora!

Facilitadora: Isaura Zegarra da Silva

Informes e Inscrições:
centrotinkuy@gmail.com
t.219292506
tm. 967941468

Investimento: 40 estrelas,
Inclui aula teórico/práctica, texto com receitas e degustação da ementa,

Descontos disponíveis, para casais e grupos. Fale connosco.


Até já!






sexta-feira, 19 de abril de 2013

Fazer pão em casa?




Nos tempos que correm (e correm mesmo!) parece algo irreal e pouco práctico voltar a fazer pão em casa, assim como era costume nacional (e ainda é) em muitas aldeias de Portugal.  Cada semana uma ou mais famílias se juntavam para cozer o pão, e no forno de lenha! E que delícia, comer o pão fresquinho (quentinho!) amassado pela mãe, avó, tia… Como testemunhamos durante mais de uma década nas aldeias ao pé da Serra da Estrela, as vizinhas faziam disto uma autêntica festa semanal, se organizavam para amassar, cozer e depois (de também muita conversa posta em dia) dividiam ao final da jornada uns bons kilos de pão que ao longo de vários dias, alguns deles gélidos, aqueciam os corpos e as almas destas gentes boas da beira alta.
Por isso podemos afirmar esta tradição está muito arraigada, não morreu, está viva, mas perdeu muito do seu  saber mais original… antes o fermento era natural (agora é químico, de “padeiro” industrial;  antes tinham a paciência de esperar muitas horas, ou uma noite inteira para o pão crescer à vontade, junto as brasas da lareira, ou até, literalmente, o pão “ir dormir” com a dona da casa, ao abrigo do frio noturno.
Histórias aparte, o certo é que em Portugal,  o pão, como elemento central na dieta  continua.  Com a desertificação dos campos e o crescimento explosivo das cidades, o consumo e a forma de panificação também se massificou, em detrimento da sua qualidade.  Coisa que não aconteceu em toda Europa, ainda se encontra pão nas cidades e vilas de França e Suiça, por exemplo,  feito de maneira artesanal, com técnicas tradicionais e, por isto mesmo,  de qualidade excelente,  do qual tem consciência e até orugulho.

Em Portugal, com a industrialização da panificação, mesmo nas padarias tradicionais e nos pães ditos regionais, se abusa de quantidade de fermento no seu preparo e assim num tempo muito curto ficar pronto para ir ao forno.  Isto acontece em quase todas as padarias de producção massiva, e também nos centros comerciais e supermercados que adoptaram a moda do pão “sempre a sair- quentinho na hora.

Assim, uma massa que normalmente deveria ficar a crescer várias horas dependendo do clima, para assim desenvolver naturalmente os micro-organismos e enzimas presentes numa fermentação boa e saudável, é acelerada com ingredientes químicos, ou “agentes de tratamento” e de “melhoramento” da farinha e levedos todos químicos que ajudam a obter essa aparência estaladiça (que todos gostamos), ou essa fofura, mas que tem custos muito altos na nossa saúde, particularmente no nosso fígado e rins, que são os que pacientemente tem que tentar libertar-nos dos excessos em substâncias químicas e tóxicas.



Temos que falar  aqui de outro aspecto fundamental no pão que é a farinha.  O  pão de antigamente era feito principalmente com farinhas de cereais  cultivados nas redondezas (trigo, centeio principalmente e posteriormente também o milho) e moídos pelo moleiro que todos conheciam.  Agora o cenário é muito diferente, com a desactivação de enormes zonas agrícolas das últimas décadas e pela desertificação que isto provocou,  quase já não há moleiros vivos, e quase não há mais produção  própria de trigo, de milho ou de centeio. A  importação de grãos e de farinhas atinge níveis astronómicos anualmente, e se a isto unimos que uma boa parte deles provem do cultivo também com agro-químicos  e pesticidas, ficamos preocupados.  Nem estamos a falar ainda da producção de cereais como Organismos Genéticamente Modificados  (OGM) que infelizmente pretende espalhar-se pelos países todos pois são um excelente negócio para os seus promotores, mas tem péssimas consequências para a saúde geral dos consumidores, da água, dos solos, etc.  Isto é particularmente preocupante no caso do milho e da soja Transgênicas usados na industria alimentar, principalmente na padaria.




Se ao menos pudéssemos saber quando estamos a ingerir estes elementos! Mas acontece que isto (que por Lei devia ser obrigatório) não é mencionado na rotulagem do que consumimos.  Estão como ingrediente "escondidos" secundários ou transformados, nas farinhas, lecitina, amido, factores aglutinantes, espessantes, etc.

Por todas estes aspectos mencionados (que bem mereciam ser aprofundados e tratados em mais detalhe) chegamos à conclusão de que não é absurdo pensar em fazer (ou voltar a fazer)  pão em casa.  Além de poder ser muito melhor que o de compra, nos oferece a possibilidade de sentir este prazer, de dar forma, ver crescer e nascer... a este ser vivo que é uma massa em processo de virar pão...,
Então a nossa proposta de padaria ideal é mais ou menos esta: feita da maneira mais tradicional possível, com ingredientes de producção biológica, com farinhas de cereais integrais moídos na hora, e comido com moderação!

Mas de como preparar, quanto e como comer, dos tipos de pão, e outros temas relacionados, continuaremos a conversar.




Com gosto!
Isaura Zegarra da Silva

quarta-feira, 17 de abril de 2013

Próxima Feira de Trocas no Centro Tinkuy, Sábado 27 de Abril, das 16h às 18h




FEIRA DE TROCAS
Depois das limpezas domésticas pela chegada da Primavera calha bem fazer uma selecção do  que já não nos faz falta e que pode continuar a ter vida útil para outra pessoa.

Basta aparecer e trazer bens para trocar! Traz os teus excedentes ou aquilo de que já não necessitas, para trocar ou para dar.

Objectos, alimentos, serviços, sementes, vegetais, roupas, calçado, ferramentas, livros, cd´s, brinquedos, e sabe-se lá mais o quê?!

Com espaço interior para expor e jardim (se não chover).

Participação por donativo.

Aparece!

Podes seguir este Evento no Facebook:

https://www.facebook.com/events/330820637038818/?ref=ts&fref=ts


Local:
Centro Tinkuy - GRACIAS A LA VIDA Associação

Estrada do Rodízio, nº 2, Almoçageme
2705-335 Colares
Sintra


(De Sintra, Passando por Colares, em direcção à Praia Grande, o primeiro cruzamento à direita) depois do largo da Feirinha de Fim de Semana, a poucos metros (depois de uma Cruz) o segundo portão de madeira à direita.
Mapa: https://plus.google.com/114493511083369262533/about?gl=pt&hl=pt-PT




http://centrotinkuy.blogspot.pt/
http://terrapalha.blogspot.pt/


** Cartaz feito à troca pelo designer Joakin Manik




Mais informações aos nossos contactos:
967941468 tlf. 21 9292 506
centrotinkuy@gmail.com






Ementa para a semana de 17 a 21 de Abril de 2013

Prato peruano "Causa" recheada com abacate e tofu

Quarta 17
Sopa com massa de arroz (udon) e alga wakame
Risottinho de arroz com ervilhas, semenes de sêsamo, cenouras e alga nori
Tarte deTofu e brocolos
Pickles de couve rouxa e maçã

Creme de arroz "molhado" com coco e pêra


Quinta 18
Sopa de cevada em grão
Polenta com vegetais, gratinada
Dahl (Lentilhas estufadas), levemente picante
Salada mista com alface e flores do jardim

Crumble de maçã, passas e limão


Sexta 19
Sopa cremosa de vegetais com crouton
Lasagna de tofu, vegetais e algas
Salada  de alface, agrião com sementes de abóbora tostadas
Pickles de couve lombardo e maçã

Mousse de manga, côco e cardamomo


Sábado 20
Sopa Minestrone 
Arroz integral com gomásio ( condimento de sêsamo e sal tostados e moídos)
Crepes recheados de vegetais e alga arame 
Torre de vegetais escaldados com molho de ervas
Pickles

Semi-frio de cacau e alfarroba

Domingo 21
Creme de cenoura e crouton
Polenta assada com molho ragou de Tofu (cenoura, cebola, alho, ervas, ...)
Causa com recheio de abacate, `(prato peruano, levemente picante,  a base de batata)
Salada de Alface e Agrião, molho agridoce

Mousse de lúcuma e maçã


Bom apetite!

Mousse de lúcuma (fruta de origem peruano)





Acerca da COZINHA DO TINKUY

As nossas ementas são livres de produtos animais (veganas) e de Organismos Geneticamente Modificados (OGM). E são confeccionadas de maneira caseira, com amor e 

dedicação.  Buscamos um equilíbrio entre o sabor e a forma, temos em consideração a combinação adequada de ingredientes e das suas propriedades nutritivas... isto tudo para permitir-nos ter boas digestões.
Na Cozinha do Tinkuy priorizamos ingredientes integrais, isto é não refinados e não processados industrialmente, mas cultivados e produzidos de forma orgânica.
Os cereais, massas, leguminosas, tofu, seitan, sementes, frutos secos,  farinhas e temperos (sal, shoyu, missô, mostarda, etc.) são biológicos. O resto de ingredientes quando não bio, são principalmente de produção bio, local, em pequena escala. Estaremos sempre atentos para garantir a qualidade dos mesmos.
Não temos nem fazemos uso de forno microondas nem de produtos congelados, nem de utensílios de alumínio. Fazemos sempre os possíveis para que nossa cozinha esteja em sintonia com a mãe natureza, por isso os menus vão variando de acordo as estações do ano e à oferta local existente.

As pessoas com necessidades especiais podem solicitar ementas particulares, por exemplo isenta de gluten.

Também pode levar e saborear a refeição em casa.  E beneficia-se de um desconto de 1,5 e se trazer as suas próprias embalagens.


Com preços muito especiais Re-lançamos os Nossos serviços de catering para grupos, eventos de formação, retiros, seminários... preferentemente Sintra, arredores e Lisboa. Mais longe? fale connosco temos sempre uma solução e uma proposta, orçamentos adequados a suas necessidades.
Para mais informações  pode escrever-nos
e-mail: centrotinkuy@gmail.com.



Onde estamos?

Tinkuy
Estrada do Rodízio, nº 2, 2705-335
Almoçageme, Sintra


Um ambiente calmo e rodeado de verde,
ideal para um encontro de família e/ou amigos,
que tal desfrutar de uma refeição natural e depois um passeio pelas praias vizinhas?  Praia da Adraga, Praia das Maçãs, Praia Grande.... 



Quer conhecer mais detalhes sobre o nosso projecto a COZINHA DO TINKUY? Por favor veja  Aqui








terça-feira, 16 de abril de 2013

Esta semana no Centro Tinkuy




Quarta a Domingo:
Almmoços bio-vegetarianos das 12h às 16h, agradecemos marcação prévia
Mais informações sobre a Cozinha do Tinkuy Aqui

Sexta Feira 19 de Abril,
9h, CONVERSAS COM SOPA, "As palavras de Agostinho da Silva" com Sofia Sousa.  Mais informações sobre esta actividade Aqui

Sábado 20 de Abril,
15h, AULA DE BIODANZA, com Lúcia Barros.  Informes e Inscrições, Aqui

Domingo 21 de Abril,
16h a 19h, Workshop de Alimentação Integral e Consciente "Padaria Saudável" com Isaura Zegarra da Silva, mais informes Aqui




Sejam tod@s bem-vindos

Centro Tinkuy,  Espaço de Encontro de Saberes e Sabores
e GRACIAS A LA VIDA Associação



segunda-feira, 15 de abril de 2013

CONVERSAS COM SOPA, com Francis Thompson, "Como ser sustentável nos dias que correm?", Sexta 17 de Maio, a partir das 19h




'Como ser sustentável nos dias que correm?

Estratégia para reduzir custos de vida, e o seu impacto ambiental

com Francis Thompson 


E preciso integrar harmonia nas actividades humanas de forma a criar ciclos sustentáveis para gerações presentes e futuras.
A sabedoria da natureza é  perfeita, quando o homem finalmente aproveite desta sabedoria conseguirá viver com maior plenitude.


Falaremos das 3 Rs 
Reduzir, Reutilizar, Reciclar, mas também de
  Inovar!


Alguns assuntos que Francis Thompson abordará se assentam na premisa de que a centralização não cria o desenvolvimento sustentável. Quanto menos formos dependentes de recursos provenientes de outros, mais oportunidade teremos para desenvolver de forma autónoma e permanente (isto é sustentável) sem restrições externas.

Esta tertúlia será uma introducção para um conjunto de temas, que Francis propõe serem trabalhados no formato de WORKSHOP, um por cada tema:, propostos para aprender a utilizar, eficiente e eficazmente, os seguintes recursos: :
                                                
Tema 1 - Captação de água


Tema 2 - Construção ecológica e isolamentos naturais


Tema 3 - Tecnologia mais eficiente é inovadora


Tema 4 - Iluminação eficiente e natural


Tema 5 - Energia renovável


Tema 6 - Agricultura biológica e cultura sustentável


 Com recurso ao planeamento e utilizando os benefícios de aplicações ‘low-tech’, reutilização e tecnologia inovadora e possível implementar meios de vida saudáveis, prósperos e sustentáveis, com implicações tanto em aspectos financeiros como ambientais. Afinal o que e renovável e sustentável!






PROGRAMA DAS CONVERSAS COM SOPA - Sextas em Abril e Maio

Conversas com Sopa: temas e convidados sempre especiais, às sexta-feiras, a partir das 19h00




Reiniciando as tertúlias, apresentamos

CONVERSAS COM SOPA*

Sextas Feiras a noite, a partir das 19h

Ao redor de uma grande mesa, e de um tema por sessão trocamos impressões e opiniões...
Um ciclo de temas actuais apresentados por facilitador@s de diversas áreas, para ser/saber/sentir, para vislumbrar novos caminhos e possibilidades, para crescer em consciência!

Previamente vamos saborear uma sopa quentinha e outros petiscos, a um preço bastante convidativo*





PROGRAMA DAS CONVERSAS COM SOPA
Abril e Maio 2013

Sextas em Abril

12 Biodanza, que é e como nos beneficia?
19 As Palavras de Agostinho da Silva (Projecção de Vídeos)
com Sofia Sousa (SOL)
http://centrotinkuy.blogspot.pt/2013/03/conversas-com-sopa-as-palavras-de.html

Sextas em Maio

3 Sexualidade e Integridade
com Peter Littlejohn Cook
http://centrotinkuy.blogspot.pt/2013/04/sexta-3-maio-partir-das-19h00-conversas.html

17 Como ser sustentável nos dias que correm
com Francis Thompson
http://centrotinkuy.blogspot.pt/2013/04/estrategia-para-reduzir-custos-de-vida.html

24 "Fernando Pessoa contra o acordo ortográfico"
 Com Margarida Macedo
http://centrotinkuy.blogspot.pt/2013/04/conversas-com-sopa-pessoa-contra-o.html

* A sopa. será uma sopa rica, praticamente uma refeição, e virá acompanhada de pão e paté para barrar. Fruta e disponibilizamos também um chazinho especial de ervas e água para todos.
Cada sexta uma sopa diferente.


Venham dai!

*Valor de Troca: mínimo sugerido 5 estrelas